sábado, 28 de novembro de 2009

Tempo.

Tudo neste mundo tem o seu tempo;
cada coisa tem a sua ocasião. Há tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de arrancar; tempo de matar e tempo de curar; tempo de derrubar e tempo de construir.
Há tempo de ficar triste e tempo de se alegrar; tempo de chorar e tempo de dançar; tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntá-las; tempo de abraçar e tempo de afastar; Há tempo de procurar e tempo de perder; tempo de economizar e tempo de desperdiçar; tempo de rasgar e tempo de remendar; tempo de ficar calado e tempo de falar; Há tempo de amar e tempo de odiar; tempo de guerra e tempo de paz.

Eclesiastes 3.1-8 ~

Parando pra pensar nesses dias, me dei conta de como o tempo passou e muita coisa mudou mesmo na minha vida. Coisas que ficavam só na imaginação, agora começam a se tornar concretas. Me formando, crescendo, novas coisas pela frente. Me dei conta também de como Eclesiastes 3 é tão sábio. Acho que é meio do ser humano se deixar levar pela pressa, pelo 'quero agora', ainda mais na vida atual.. que quando paramos pra pensar um pouquinho no tempo marcado, ele parece tão confortante e compreensível. A bailarina profissional que se tornou boa com o tempo e o treino, não no segundo dia de aula. A fé que se firmou com o tempo e as experiências. O estudo que veio com o tempo investido, não com a vontade de acabar. E isso tudo me fez chegar a mesma conclusão que eu li dias atrás:

"Porque a felicidade não é no depois: é no durante, é no enquanto. [...] Viver o enquanto é uma atitude que nos devolve à vida. Viver o enquanto é "a arte de presentificar a vida". Fazendo assim, você volta para a vida, você a vive na hora certa, e vai se alegrar com seu trabalho, porque isso vem da mão de Deus." -
O livro mais mal-humorado da Bíblia


É, viver o agora. Sem mais "E se..". Somente "É.."

1 deixaram rastros:

fil_070 disse...

Mandou bem Issá ;)